HUSFP/UCPel recebe doação de tecido da Central da Costura


918  15 de abril de 2020

A Universidade Católica de Pelotas (UCPel) recebeu a doação de mil metros de tecido TNT para a confecção de máscaras respiratórias. A contribuição da loja Central da Costura possibilitará a fabricação de aproximadamente 5 mil máscaras, que serão destinadas ao Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP) e reforçarão os equipamentos de proteção de uso individual dos colaboradores.

De acordo com o proprietário da Central da Costura, Renato Yuk, o tecido doado é certificado pela ANVISA e ABNT para utilização em ambiente hospitalar, visto que possui três camadas, sendo a intermediária protetora antibacteriana. “Trata-se de um material com todas as especificações técnicas adequadas para amenizar a disseminação de gotículas provenientes de tosses e espirros. Estamos há mais de 30 anos atuando no comércio de Pelotas, contando com a preferência da comunidade para o nosso sucesso”, comenta. Na avaliação de Renato, a solidariedade no enfrentamento à pandemia também é uma oportunidade de agradecer a população pelotense e contribuir para o vencer o momento difícil.

De acordo com o diretor de assistência do HUSFP, Edevar Rodrigues Machado Júnior, os equipamentos de proteção individual (EPIs) são importantes para a prevenção da disseminação do vírus no ambiente hospitalar. “Precisamos estar preparados para os próximos cenários epidemiológicos que podem surgir com o avanço da pandemia em nossa cidade, quando será necessário adotarmos medidas de precaução ainda mais rigorosas”, explica. 

Conforme o diretor, mesmo as equipes que não estão destinadas ao enfrentamento direto do novo coronavírus, eventualmente, poderão ter contato com algum paciente assintomático ou com algum paciente que possa vir a ser diagnosticado com Covid-19 durante o período de internação. “Portanto, em determinado momento, poderemos deliberar pelo uso regular de máscaras cirúrgicas para todas as equipes, tornando ainda mais elevada a taxa de consumo de máscaras”, explica. O diretor ainda lembra que os profissionais que atuarem diretamente com pacientes infectados pelo novo coronavírus deverão utilizar outros EPIs como a máscara N-95, avental impermeável e viseiras.

Para o diretor do HU, o apoio da comunidade neste momento vem sendo de extrema importância. “O consumo de determinados produtos aumentou para quantidades extremamente altas como EPIs, sabão, álcool 70% e outros tantos itens. Portanto é fundamental este envolvimento da sociedade. O cenário local da pandemia pode mudar muito rapidamente e precisamos estar preparados”, diz, e complementa que os aventais impermeáveis permanecem sendo o item mais preocupante do estoque.

A UCPel está viabilizando com parceiros a confecção das máscaras. A empresa JL Casarin confirmou que contribuirá com a produção de pelo menos mil unidades. Além dela, uniram-se na ação solidária Beth Schneid, Guidotti Atelier, Arataca, Bem Ti Vi e Estilista Roberta. “Ficamos extremamente felizes e muito gratos por essa doação e por tantas outras ações que têm acontecido para viabilizar a operação do HU. Essas ações têm possibilitado que a UCPel mantenha sua essência comunitária, agindo em prol da comunidade”, reforça a pró-reitora administrativa da UCPel, Ana Maria Hackbart.

Redação: Mariana Santos

Deixe uma resposta