Inverno colorido e com modelagens largas serão tendências para 2017

A moda do inverno 2017 será repleta de influências dos anos 80, aponta pesquisa realizada por acadêmicos do curso de Design de Moda da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). Contrastes com materiais que se misturam, cores, roupas sem gênero e influência pop serão algumas das inspirações de looks que ganharão as ruas na estação mais fria do ano.
Denominado Bureau de Tendências, a publicação do curso de graduação da UCPel é construída a partir de muita pesquisa de moda, explica a professora Ana Luiza Timm Soares. O material é publicado semestralmente e tem seu conteúdo voltado para auxiliar empresários em seus investimentos.
Esta edição do bureau contou com a participação de 13 acadêmicos do quinto semestre em sua elaboração. Divididos em duplas, eles ficaram responsáveis por realizar a análise das áreas de prêt-à-porter, infantil, streetwear, malharia retilínea, jeanswear e lingerie. “A pesquisa é feita a partir de acessos em sites com visão antecipada de moda, como o UseFashion. A partir daí, os estudantes criam painéis de inspiração, desenvolvem desenhos técnicos com apresentação de modelagens e sugestão de tecidos”, informa a docente.
Para prêt-à-porter, à volta dos anos 80 e a mistura do visual worker com a cena pop da década são as apostas das acadêmicas Jéssica Walczac e Luiza Tibolla. “Vamos encontrar ombros marcados, tecidos brilhantes e contraste de cor”, aponta a docente. Na moda infantil, a pesquisa de Bruna Luçardo e Juliana Carvalho demonstra o resgate do lúdico através de estampas mimosas, babados, mistura de tecidos, fluidez nas peças, recortes e aplicações de patchs baseados em personagens de histórias infantis.       
No streetwear, será visto modelagens mais amplas para não marcar o corpo. “Essas peças também são criadas com a intenção de serem usadas por diversos sexos”, comenta Ana.  A identidade urbana será a fonte de inspiração para a montagem de looks que terão a junção de tecidos leves e pesados, brilhos e sobreposições. Foram responsáveis pela pesquisa a dupla Laisa Lemos e Linetti Gomes.
O regaste da conexão entre o velho e o novo, o tradicional e o inovador, aparecem dentro da pesquisa em malharia retilínea. Franjas, bordados, aspecto artesanal e muita cor serão as inspirações dessa área. “Temos a ideia de que o tricô precisa ser de cores crus, terrosas. O inverno 2017 vai provar justamente o contrário”, justificou. Ana Carolina Bretanha e Bruna Heinemann foram as responsáveis pelos dados.
De acordo com a acadêmicas Marcele Araújo e Shauanna Dias, o jeanswear virá com modelagens amplas, inspiração nos anos 80, cintura alta e jaquetas oversized. Para lingerie, modelagens trazendo renda, transparências, cartelas de cores cleans e a diminuição de tiras devem ganhar espaça nas araras, mostrou o estudo das acadêmicas Helena Boesche, Marjany Vizzotto e Patricia Pinto. As acadêmicas Laisa Lemos e Jéssica Walczak foram responsáveis pelas ilustrações e identidade manual do Bureau.  
Vestibular de Inverno 2017
A UCPel recebe inscrições para o Vestibular de Inverno até o dia 13 de julho. São ofertadas vagas para os cursos Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis, Direito (manhã e noite), Engenharia Civil, Odontologia, Psicologia e Serviço Social. O processo seletivo será composto por uma redação com 10 datas disponíveis para a realização da prova. Mais informações estão disponíveis em ucpel.edu.br/vestibular
 
Redação: Rita Wicth – MTB14101 

foto da notícia

Deixe uma resposta