Acadêmicos do Design de Moda apresentam alternativas para a moda sustentável

As ideias que nasceram durante a realização do evento Fashion Revolution em Pelotas, ocorrido de 26 a 29 de abril, e ganharam vida na noite de terça-feira (23). Acadêmicos do curso de Design de Moda da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) apresentaram looks construídos a partir da utilização de materiais sustentáveis e artesanais. Reaproveitamento têxtil e de matéria-prima local, tingimentos naturais e técnicas artesanais de estamparia e de entrelaçamento de fios foram algumas das ideias apresentadas pelos seis grupos que integraram a atividade. 
Roupas comercializadas por lojas fast fashion acabam tendo um alto preço para os trabalhadores escravizados nas oficinas terceirizadas. O conceito desse tipo de moda gera um grande impacto ambiental por estimular a compra desnecessária, o uso por um curto período – geralmente são peças de tendências rápidas, e, na sequência, o descarte. Devido a esse cenário, o questionamento Quem fez minhas roupa? foi o ponto de partida para a criação de 18 croquis e seis looks completos.     
Como ideia de um dos grupos, por exemplo, foi criado um look construído a partir da utilização de outras peças de roupas. A referência grunge nas mangas jeans aplicadas na camiseta, customização e peças de brechó foram os elementos utilizados. Outro grupo, apostou na confecção de peças feitas a partir de patchwork de tecidos de jeans. Aplicação de taxas, transparências e inspiração em flores também foram as apostas dos acadêmicos.    
Além do reaproveitamento, os acadêmicos valorizaram o trabalho artesanal. Itens composto por tricô artesanal e estampas elaboradas com tipografias feitas à mão e de técnica livre foram utilizadas, complementa a professora do tecnólogo, Ana Luiza Timm Soares. “Não determinamos que tipo de materiais deveriam ser utilizados. O tema dos trabalhos foi Moda Ética e Sustentabilidade e orientamos apenas qual cartela de cores deveria ser utilizada”, explicou.
Na avaliação da docente, os trabalhos foram bem interessantes. Todos os grupos desenvolveram pelo menos uma peça feita a partir de pedaços de jeans, material atemporal e que não acaba, exemplifica. Além de apresentar a confecção de um look, os estudantes ainda criaram um conceito para as peças e realizaram um editorial de moda. Os trabalhos foram avaliados pelas professoras Ana Timm Soares, Tereza Duarte, Gabriella Silva e a laboratorista Nara Lima.     

foto da notícia

Deixe uma resposta